sexta-feira, 13 de março de 2009

Desemprego na China tende a crescer

Esta imagem me chocou hoje, quando me deparei com ela. Trata-se de um migrante desempregado na China, que dorme em frente a papéis escritos sobre suas habilidades.

Segundo a Folha Online da France Presse, em Pequim, o premiê chinês, Wen Jiabao, disse nesta sexta-feira que será muito difícil, mas não impossível, obter um crescimento de 8% este ano na China. "Todo o mundo está preocupado em saber se vamos atingir o objetivo de 8% de crescimento" fixado pelo governo para 2009, disse Jiabao. Penso que será difícil, mas é possível com muitos esforços", disse.

No último dia 4, o premiê chinês anunciou um pacote de estímulo econômico de 4 trilhões de yuans (US$ 585 bilhões) e afirmou que a China "poderá manter o crescimento econômico em torno de 8% em 2009". Ele pediu esforços para enfrentar as árduas tarefas em 2009 para que assim se mantenha o crescimento econômico da China. Em 2008 a economia do país cresceu 9%, pior desempenho desde 2001.
Embora os Economistas do setor privado consideram que o crescimento pode ganhar novo impulso a partir do segundo trimestre, há os que dizem que a China não conseguirá se recuperar enquanto os principais destinos de suas exportações, Estados Unidos e Europa, não voltarem a consumir seus produtos com o mesmo vigor de antes da crise. Enquanto isso, o desemprego na China tende a crescer cada vez mais.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails