quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Somewhere Over The Rainbow

Hoje é meu aniversário! Estou tããããoooo feeeeeellliiizzzzzz!!!!!!!!
Às 00h01, enquanto preparava este post, recebi flores do maridão, algumas amigas me cumprimentaram por e-mail e ao ir pra cama, um livro "Jornal Nacional - Modo de Fazer", do William Bonner. Hoje, cedinho, telefonemas, beijos, abraços, e minha maninha veio tomar café da manhã comigo - Que delícia, fazer aniversário!!!!

O meu dia está apenas começando e quero agradecer a Deus, Criador e autor da vida e lhe oferecer, querido visitante, um pedaço de bolo (virtual, claro), ao som da música-tema de meu blog "Somewhere Over The Rainbow", de Israel Kamakawiwo (Bruddah IZ) com direito à letra e tradução. É bem simples, leve, mas gostosa e fundamental em nosso dia a dia. Até sábado contarei maiores detalhes desse "dia tão mágico" em minha vida.
Vamos lá?
Somewhere over the rainbow (Em algum lugar além do arco-íris)
Way up high (Bem lá no alto)

And the dreams that you dreamed of (E os sonhos que você sonhou)

Once in a lullaby (Uma vez em um conto de ninar)

Somewhere over the rainbow (Em algum lugar além do arco-iris)

Blue birds fly (Pássaros azuis voam)

And the dreams that you dreamed of (E os sonhos que você sonhou)

Dreams really do come true ooh ooooh (Sonhos realmente tornam-se realidade)

Someday I'll wish upon a star (Algum dia eu vou desejar uma estrela)

Wake up where the clouds are far behind me ee ee eeh (Despertarei onde as nuvens estão muito atrás de mim)

Where trouble melts like lemon drops (Onde problemas derretem como balas de limão)

High above the chimney tops thats where you'll find me oh (Bem acima dos topos das chaminés é onde você me encontrará)

Somewhere over the rainbow blue birds fly (Em algum lugar além do arco-iris pássaros azuis voam)

And the dream that you dare to,why, oh why can't I? (E o sonho que você desafiar, por que, por que eu não posso?)

Well I see trees of green and (Bem, eu vejo árvores cheias de verde e)

Red roses too, (rosas vermelhas também)

I'll watch them bloom for me and you (Eu vou assisti-las florescer para mim e para você)

And I think to myself (E eu penso comigo)

What a wonderful world (Que mundo maravilhoso)

Well I see skies of blue and I see clouds of white (Bem, eu vejo céus azuis e eu vejo nuvens brancas)

And the brightness of day (E o brilho do dia)

I like the dark and I think to myself (E eu gosto do escuro e eu penso comigo)

What a wonderful world (Que mundo maravilhoso)

The colors of the rainbow so pretty in the sky (As cores do arco-iris tão bonitas no céu)

Are also on the faces of people passing by (Também estão no rosto das pessoas que passam)

I see friends shaking hands (Eu vejo amigos apertando as mãos)

Saying, "How do you do?" (Dizendo, "como vai você?")

They're really saying, I...I love you (Eles estão realmente dizendo, eu...eu amo você)

I hear babies cry and I watch them grow, (Eu ouço bebês chorando e eu os vejo crescer)

They'll learn much more (Eles vão aprender muito mais)

Than we'll know (Do que nós saberemos)

And I think to myself (E eu penso comigo)

What a wonderful world (Que mundo maravilhoso)

Someday I'll wish upon a star, (Algum dia eu vou desejar por uma estrela)

Wake up where the clouds are far behind me (Despertarei onde as nuvens estão muito atrás de mim)

Where trouble melts like lemon drops (Onde os problemas derretem como balas de limão)

High above the chimney top that's where you'll find me (Bem acima dos topos das chaminés é onde você me encontrará)

Oh, Somewhere over the rainbow way up high (Em algum lugar além do arco-iris bem lá no alto)
And the dream that you dare to, why, oh why can't I? (E o sonho que você desafiar, por que, por que eu não posso?)

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Festival Internacional de Gastronomia de Sydney

Gente, que coisa mais impressionante e boa é a criatividade, não é?
A fim de promover o Festival Internacional de Gastronomia de Sydney que acontece em outubro, na Austrália, uma agência de publicidade lançou uma campanha, digamos assim, bem saborosa. Com o uso das comidas e dos ingredientes típicos de cada um deles, eles recriaram bandeiras de diversos países. Dê uma olhada e contemple que obras maravilhosas:
Brasil

Itália
França
Austrália

China


Coréia

Espanha


Grécia

Índia

Indonésia

Japão


Líbano


Suíça

Vietnã

Incertezas...

Incertezas e mistérios são os elementos que trazem energia a esta vida. Não permita que eles te amedrontem porque são eles que mantém o tédio à distância e nos convidam à criatividade.
R. I. Fitzhenry Alguma coisa inesperada irá acontecer hoje.

Não importa quão minuciosamente você planejou o seu dia, alguma coisa que não estava nos seus planos irá surgir em seu caminho.

Você tem uma decisão a tomar: ou você vai permitir que este inesperado evento lhe aborreça e arruine o seu dia, ou você irá aceitar o fato de que, assim como nasce um novo dia a cada manhã sem que você nada faça para isso, da mesma forma nascem algumas circunstâncias que, absolutamente, você não tem nenhum controle sobre elas.
Aceitar essas circunstâncias que lhe sobrevêm a cada dia em função das incertezas desta vida e adaptar o seu estilo às mesmas, ...

domingo, 27 de setembro de 2009

Informática nas Aldeias

A tecnologia já é uma realidade do cotidiano em algumas aldeias. Muitos índios tupinambás, quase uma centena e mais 24 etnias em 12 Estados brasileiros, já produziram mais de 200 filmes.
A aldeia Itapoã, localizada em Ilhéus (BA), já conta com acesso à internet. Munidos de 60 telefones móveis, notebooks e minimodens.
Nesta semana, dia 26, a comunidade inaugurou o Ciberoca, espaço que tornará a base das produções e experimentações dos indígenas, conta o jornalista Rodolfo Lucena, editor do caderno de Informática da Folha e do blog "Circuito Integrado" da Folha Online.

sábado, 26 de setembro de 2009

Café da Manhã, Almoço e Koinonia...

E como ninguem é de ferro, não poderia deixar de participar de um banquete em várias modalidades - espiritual, profissional, social, material,... com o pessoal envolvido em Koinonias (Comunhão, em grego), pequenos grupos da IBM (http://www.ibmorumbi.com.br/), logo nas primeiras horas de sábado.
Eu e Carolina Veloso, ex-primeira dama da IBMorumbi, que veio de Curitiba para congratular conosco.
A mini-conferência de líderes de PGs (Pequenos Grupos) começou com maravilhoso café da manhã - beeeemmm informal... e ligth.
Foi difícil levantar cedo, mas, tão restaurador rever os amigos que não conseguimos encontrar durante a semana, cantar, ouvir boa palavra, trocar experiências...

Receber abraços, carinhos, mimos da equipe e liderança pastoral, café da manhã, palestras, música, palavras de encorajamneto, almoçar crepes - doces e salgados, enfim, as coisas boas da vida, aquilo que realmente fica - não tem preço.
Viva a Vida! Viva aquilo que realmente importa! Viva a comunhão!!!
E o meu fim de semana está apenas na metade. Que Deus me dê forças para terminar bem, inteira e renovada para recomeçar a próxima semana - que ao que tudo indica, será bastante intensa.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Aperitivo com Negócios

Esta semana foi realmente um mergulho no jornalismo tanto no trabalho quanto no aprendizado prático e teórico na faculdade. A noite, logo após o encerramento da "Semana de Jornalismo do Estado", fui cobrir um evento que acontece periodicamente entre dirigentes, gestores e coordenadores de negócios da AESul (Associação Empresarial da Região Sul) x Unisa que reúne empresários para troca de contatos, relacionamento e divulgação de produtos e serviços dos mais variados segmentos.
Acima, a reitora da Unisa, Dra Darci, também participou do evento de empresários associados e estava muito animada com o sucesso da parceria com AESul.
Foi uma experiência muito boa: em meio a entrevistas, a mistura de trabalho x prazer x pessoas bacanas x comidinhas e bebidinhas - e de quebra, como parte de minha equipe, o maridão que atuou como fotógrafo, incansávelmente.
Arthur Marcien de Souza, Diretor de Negócios da Unisa

Um dos associados, Willian Benetti, da Vernet Ópticas.
João Baptista Oliveira, associado da área de Seguros, também deu seu recado.
Outro associado muito satisfeito com os resutados em sua Pet Shop, que vem obtendo devido a parceria.
O vereador Antonio Goulart disse que nunca falta a esses eventos.

Uma geral nos participantes

Pausa para tirar uma foto com meu fotógrafo preferido.

O cinegrafista Evandro, Carlos e David - minha preciosa equipe.
Boa, a experiência de sair dos horários convencionais durante a semana e "botar pra quebrar", trocar cartões, iniciar novas parcerias e divulgar o seu curso ou produto entre os empresários da região, realizar com grande satisfação tudo que realmente vale a pena e - regado a boa comida e boa música. Parabéns a esta ótima parceria: Unisa x AESul!

Semana Estado de Jornalismo - IV

E para encerrar, Jornalismo Econômico. Alexandre Calais (Estadão), Marisa Castellani da Agência Estado e Paulo Totti, do Valor falaram sobre Broadcast - a notícia segundo a segundo, a importância da tecnologia no meio jornalístico para incorporar a esse mundo a troca de grandes finanças...
Eu que sempre fugi dos números, da disciplina "Economia", ouvi de Marisa que jornalismo Econômico não é chato, mas uma grande oportunidade de saber como é a relação do dinheiro com o mundo, como pessoas de várias camadas sociais em países pobres e ricos o destinam. Os três falaram de forma tão natural, útil e descomplicada que a maioria dos presentes mudou de ideia a respeito do assunto.
Infelizmente, a programação chegou ao fim. Saímos de lá com as mais preciosas dicas e o reforço de todos "... leiam sempre, muito - de tudo; não parem de estudar, aprimorem para tirar suas próprias conclusões, tem que entender, reler, ter opinião, ter referências e isso, a vida toda...".

Se Deus quiser, no ano que vem tem mais!

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Semana Estado de Jornalismo - III

Que delícia, deixar-se infiltrar pelos caminhos do jornalismo, dar um belo "mergulho" mesmo, com a intenção de aprender. Como dizem os mais experimentados: é "A Cruz e o Bálsamo!".
Marcelo Beraba, editor-chefe e diretor da sucursal Estado/Rio, falou sobre a "Qualidade na Apuração" e salientou a importância deste quesito para todos os futuros (e atuais) repórteres, profissionais da área de Comunicação para não caírem "no conto do vigário" e acreditar em tudo que se fala por aí, inclusive nossas fontes, mas CHECAR e CHECAR tudinho para não experimentar a incredibilidade dos leitores.
Salientou que o maior patrimônio do jornalista é a credibilidade e o jornalista, ao negligenciar e não dar atenção devida às apurações, perderá totalmente a confiabilidade, ou seja, se você não apurar os fatos, deixar passar batido, não transitará pelos caminhos (e países) da profissão.
Enfim, ele, como os demais, deram dicas e mais dicas para o enriquecimento na área jornalística.
Vamos ao último dia (buá, buá, buá)???

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Semana Estado de Jornalismo - II

Não me canso de ouvir pessoas inteligentes, inclusive, jornalistas antenados, experimentados, cheios de conteúdo e novidades para contar.
Hoje foi a vez do tema "Reportagem Especial". Adriana Carranca, repórter do Metrópole (um dos cadernos do Estado), falou de suas viagens internacionais, que mesmo de férias está sempre atenta aos acontecimentos e não consegue desvencilhar trabalho x entretenimento. Ela sempre acaba produzindo alguma boa reportagem, mesmo em períodos de lazer.
Daniel Piza, compartilhou sua rica experiência pelas veredas do Brasil afora - de barco, avião,..., trajetos percorridos por Euclides da Cunha, ao realizar a reportagem especial sobre ele, ou seja, o que ele viu e o que vemos hoje, numa das regiões mais preservadas da Amazônia: abandono, desconhecimento pelas pessoas e autoridades, daquele corredor de seringais - que já esteve no auge com trecho ao Peru.
E, Lourival Sant´Anna, falou da objetividade e imparcialidade que tem que ser buscada, do esforço em grandes coberturas para chegar ao lugar, mas sem saber como voltar pelas "estradas em guerra". Compartilhou de suas peripécias por mais de 40 países, cobrindo guerras. Uau, haja espírito de aventura, afinco e falta de medo. Parabéns a eles!
Emerson e Natália

Dayse e Laura
Todos os jornalistas do Estadão deram um show de "causos" curiosos. Uma coisa bacana também é que o organizador do evento, um dos veteranos, que está lá desde 1968, Francisco Hornellas, fazia ganchos interessantes entre uma palestra e outra.
Tem mais! Vamos ao terceiro dia?

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Semana Estado de Jornalismo - I

Hoje inicia a tradicional "Semana Estado de Jornalismo 2009" que acontece uma vez por ano. O evento será realizado de 22 a 25 de setembro no auditório do Jornal "O Estado de São Paulo", das 14h às 17h, com a participação de alunos de diversas Universidades, inclusive, nós - abaixo, boa parte de minha sala, da Unisa.
Em sentido horário: eu, Natália, Patrícia, Júnior, Gleice, Fernando, Emerson e Leila
Os estudantes de Jornalismo também tem a chance de participar do "Prêmio Santander - Jovem Jornalista" - ao apresentar uma pauta após 72 horas do encerramento das programações da semana e concorrer a vários prêmios, dentre eles um bolsa para a Universidade de Navarra, Espanha.
Os meninos ficaram animados com a ideia e a pauta do concurso (Economia).

Para iniciar o ciclo de palestras, contamos com a presença de Hugo Penteado, do Santander que fala sobre "As Relações da Economia com a Sustentabilidade".

Amei!!! Nunca tinha ouvido falar sobre Sustentabilidade, um assunto muito debatido, da forma como ele apresentou. Aprendi mais um pouquinho sobre o assunto.
Vamos ao segundo dia?

Inspirações em Monet - para Vestir

"A primavera chegará mesmo que ninguém mais saiba o seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la."
Cecília Meirelles (1901-1964), poeta e jornalista carioca

Enfim, ela, a encantadora primavera, chegou hoje, às 18h18 (achei incrível o detalhe do horário), conforme noticiou os meteorologistas, apesar das constantes chuvas que nos últimos 66 anos, não chovia tanto nessa época do ano.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails