quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Bridesmaids, Cenas de um Casamento

A ideia de ter damas adultas tem conquistado muitas noivas brasileiras por ser uma boa opção para quem quer incluir as amigas, irmãs ou primas neste momento tão especial sem precisar se preocupar com um par para cada uma delas e sem exagerar na quantidade de padrinhos.

Elas são as Bridesmaids, ou seja, são meninas que entram na igreja antes que a noiva. Essa tradição é muito popular nos Estados Unidos e na Europa. O termo inglês tem o mérito de ser mais explícito que o francês, pois “Bridesmaid” significa servindo à noiva.


A tradição é um costume antigo e especialmente comum entre os anglo-saxões que se instituíram na Inglaterra por volta do século V. Porém, foi em Roma que realmente nasceu esse hábito.


Já naquela época os noivos eram precedidos por jovens mais ou menos da mesma idade e com roupas semelhantes a dos cônjuges.


Geralmente as convidadas são as amigas adultas mais próximas, assim como as irmãs e primas da noiva.


O ideal é que as damas de honra sejam solteiras, sendo assim, podem ser observadas por algum príncipe presente…


As Bridesmaids têm um papel muito importante - não existem apenas para abrilhantar a cerimonia de casamento, pois sobre seus ombros repousa a de muitas responsabilidades como preparar o chá de panelas, ajudar a noiva se vestir no grande dia, colaborar com os preparativos da festa e no grande dia e dar apoio moral a noiva.

As damas de honra entram na igreja antes da noiva. E a escolha do vestido, bouquets, penteados,...?

Tradicionalmente escolhem-se vestidos iguais o que dá um resultado muito bacana(mas nada impede a variação dos modelos na mesma cor).

Quem define a cor, o modelo, o estilo que as Bridesmaids vão usar são as noivas. O ideal é estudar um tipo de vestido que combine com o biotipo de todas elas - claro que deverá ter um bom senso em agradar a todas: as magras, as cheinhas, as altas e as baixinhas…

O chique é que o modelo escolhido das Bridesmaids seja longo, mas em festas mais informais e de dia, permite-se vestidos um pouco abaixo do joelho. Detalhe: a etiqueta manda que a noiva arque com os custos dos vestidos.

Todas, com vestidos longos ou curtos, devem carregar pequenos buquês de flores, uma réplica ou apenas inspirados no arranjo da noiva - mas que não grite com sua roupa... Para que o cortejo não vire uma bagunça, é preciso definir bem como será a ordem de entrada na igreja.









O momento ideal para entrada das damas – de preferência, em duplas – é depois dos padrinhos e madrinhas, abrindo caminho para a noiva.

Outro quesito é que em relação aos penteados e a maquiagem não precisam ser iguais para todas, mas isso fica a critério da noiva.

Elas precisam levar em conta que a grande estrela do evento é a noiva, portanto nada de exageros, penteados muito elaborados e maquiagem pesada demais.



Outra dica é reunir todas para fazer a produção no mesmo salão. Assim, os looks ficam parecidos.

Se não for possível, o ideal é que elas conversem e entrem em acordo sobre estes detalhes e informem umas às outras.

Bom, sem mais delongas, vamos festejar (e programar) esse dia tão gostoso...
Espero que tenha ajudado às noivas (e madrinhas) indecisas por aí a compor um look único para o "Grande Dia!".

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails