Motivação. Como Mantê-la?

Gostei muito desta reflexão com o tema "Mantendo a Motivação" por Rick Warren que resolvi repartir na íntegra com vocês . Vamos lá:


"Existe um ditado geralmente aplicado a eventos esportivos, mas que também é adequado a qualquer empreendimento na vida diária, inclusive ao mercado de trabalho:“Não importa como você começa, mas sim como termina”.


Ao iniciar uma nova atividade, como o lançamento de um produto inovador, uma estratégia de marketing criativa ou a implementação de nova tecnologia, geralmente experimentamos altos níveis de entusiasmo. As expectativas são elevadas e as esperanças voam alto antecipando resultados promissores. Entretanto, esses picos de energia e empolgação raramente são sustentados. Não é raro as pessoas se sentirem decepcionadas, desanimadas e fatigadas na metade do caminho rumo a um difícil desafio, não importa quanto o objetivo valha a pena. As emoções se acalmam e a realidade se manifesta no trabalho árduo e enfadonho exigido para levar um projeto até o fim.


Em tempos assim, ajuda muito manter perspectiva apropriada sobre o assunto. Quando começo a sentir cansaço, olho para passagens como Provérbios 25. Ela é ótima para lembrar-me que meus sentimentos não são uma medida confiável sobre como as coisas estão se desenrolando. Provérbios 25:28 nos diz que, “Quem não sabe se controlar é tão sem defesa como uma cidade sem muralhas”.


Os sentimentos podem elevar-se e dar voltas, portanto, não podemos confiar em emoções se quisermos concluir com sucesso aquilo que começamos. Nossos sentimentos se originam numa variedade de fontes passadas, presentes e futuras. Mas a verdade é que eles geralmente mentem; nem sempre são um reflexo da realidade.


E não apenas isso, mas a vida também é complexa e vivemos em meio a uma mistura de sentimentos. “Mesmo no riso o coração pode sofrer, e a alegria pode terminar em tristeza” (Provérbios 14.13). Ou, como alguém já disse, “Às vezes eu rio para não chorar”. As pessoas geralmente comparam a vida com uma montanha-russa, repleta de uma combinação de montanhas e vales. Mas na realidade, a vida é mais parecida com os dois trilhos de uma ferrovia. Um trilho representa as coisas boas e positivas da sua vida; o outro, representa os elementos ruins e dolorosos.


Precisamos reconhecer uma simples verdade: nós vamos sempre nos deparar com o bom e o ruim ao mesmo tempo! Sempre haverá algo de bom e sempre haverá algo ruim acontecendo na sua vida. Não podemos esperar que em um mês tudo esteja bom, e em outro tudo ruim. Sempre teremos uma mistura de ambos, uma mescla entre o amargo e o doce. Embora não possamos separar o bom do ruim em nossa vida, seja no trabalho ou no lar, podemos escolher onde focar e que atitudes adotar quando os eventos acontecem: “Alegrem-se com os que se alegram e chorem com os que choram” (Romanos 12.15).



Por isso confiar em Deus é fundamental para resistir às tempestades da vida, bem como as surpresas agradáveis. Provérbios 3.5 nos instrui que devemos confiar em Deus de todo o coração e não nos fiarmos em nossas próprias percepções. Estas podem subir e baixar como a maré numa praia. Deus, porém, permanece fiel e constante".

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Moments - Balanço Geral e Hora da Venenosa, ao Vivo na TV Record

Dia de cuidar dos cabelos...

Segundona de Outono, lá vamos nós...