domingo, 1 de fevereiro de 2009

Dicas de viagens

Uma das atividades mais gostosas da vida é dar um tempo no trabalho, na escola e desligar o despertador em certo período do ano. As férias escolares terminaram, mas muitas pessoas se programaram para viajar exatamente nessa época, a fim de aproveitar a alta temporada que estará mais tranquila, independente das constantes chuvas.

Não importa se você partirá de trem, ônibus, carro, avião ou para um Cruzeiro de 05, 07 dias - tão em moda hoje em dia. Mesmo que seja para fora do país ou para o interior do Brasil, o importante é recarregar as energias, descansar, relaxar, conhecer pessoas e lugares novos, culturas diferentes porque o ano já começou e está passando bem depressa.
Dentro de poucas semanas, a rotina voltará ao normal, com todas as suas exigências do "Fast Food" em algumas áreas pra quem trabalha fora ou fica em casa. Se há casais com crianças ou adolescentes em período escolar você terá que se repartir ainda mais.

Qualquer deslocamento requer planejamento de um roteiro de viagem bem detalhado. Por isso, na lista dos preparativos de sua viagem, não se esqueça da máquina fotográfica, tão essencial quanto o chapéu ou as sandálias havaianas. Sem ela você não terá como transformar em arquivo sua história de vida. Poderá relembrar as emoções sentidas quando olhar para as fotos e reviver tempos depois ao olhar para elas.

É fundamental checar o clima e a temperatura do destino antes de colocar as roupas na mala. Durante o período de estada, evite abuso de bebidas alcóolicas e aventuras gastronômicas, pois o excesso, o tempero diferente do habitual poderão estragar sua viagem. Caso você tome algum medicamento de uso contínuo, leve quantidade suficiente até o retorno e tenha a receita médica sempre a mão.

E se você não for viajar por algum motivo, deixe-me compartilhar algo bem bacana. Recentemente vivenciei uma experiência muito boa, diferente de todas as que já vivi antes. Como estou em transição de carreira, tenho recebido ofertas de trabalhos temporários e/ou estágios. Eu e meu marido havíamos nos programado para viajar em janeiro e o cardápio de sugestões era variado: praia ou américa Latina ou casas de parentes e amigos no interior paulista, carioca, ou .... Mas aceitei uma proposta de trabalho irrecusável exatamente para o mês de dezembro e janeiro. Conclusão: o tempo passou, chuvas se derramaram sem cessar e fomos adiando, sem saber muito o que escolher. Nesse meio tempo, resolvi dar continuidade no faxinão doméstico, agora numa parte mais leve (livros, revistas, coisinhas meio perdidas pela casa) e fiquei internada - não num hospital (graças a Deus), mas dentro de casa, de domingo à sábado.

Isso mesmo!!!! Tirei uma semana inteira para ficar dentro de casa, sem horários, sem um montão de coisas pra fazer com prazos, neuras, compromissos, cozinhar pratos saudáveis e coloridos (meus preferidos) e sem ter programado... Quando me preparava para caminhar, chovia torrencialmente; aí, fui ficando, ficando, ficando ... e o máximo que caminhava era até a janela ou elevador para acompanhar o maridão e duas visitas que recebi dentro de tal período. Foi muito bom, gostoso mesmo. Parece que a situação estava crítica pois fiquei com a sensação de ter me desintoxicado da adrenalina e muito cansaço adquiridos ao longo do ano.

Aproveitei para folhear revistas esparramadas - e empilhadas, pelo chão, livros, curtir objetos guardados e significativos .... Apenas no domingo meu marido se gabou de ter conseguido me tirar da toca para cair "nas garras" de sampa - dia do aniversário da cidade e ir à Igreja, almoçar fora, à praia dos paulistanos (Shopping, claro!) e, à livraria que mais gosto - ganhei mais livros, enfim, estava revitalizada novamente.

O que eu quero dizer é que as vezes, sentimos uma pressão muito grande para viajar, mudar de ares e sair, devido as férias, quando na realidade não é bem isso que desejamos naquele momento. No fundo, o que precisamos é de um tempo só pra nós e nossa família. Minhas dicas de viagens são simples e a principal delas é que aproveite este finalzinho de férias para descansar e - sem culpa, viajando ou não. Mesmo que queira, mas não possa viajar por alguma razão, arranje um cantinho de leitura em sua casa bem agradável - com a sua cara, decorado com as coisas que gosta, gaste mais tempo com sua família e amigos, caminhe, redescubra as ruas de seu bairro, enfim, de alguma forma busque energias para recomeçar uma nova temporada.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails