Romã, uma Tradição Deliciosa / Pomegranate, a Delicious Tradition

Apesar de não ser muito popular no Brasil, a romã possui grande importância histórica por fazer parte do contexto cultural de muitos povos. Para os gregos, a fruta é um símbolo da fecundidade. Para os judeus, o símbolo da esperança de que o ano novo que se inicia, será melhor do que o que se passara. Em Roma, representa ordem e riqueza. Turquia, Inglaterra são as maiores compradoras dessa iguaria exótica, e por aí vai...
A romã é uma fruta linda que primeiro se "come com os olhos" - com um tom vermelho inigualável recheada com sementes de uma textura aveludada e brilhante com cheiro suave, é por demais exótica e envolvente. Ela é uma das principais representantes de decorações tradicionais das festas de réveillon e além de todo o misticismo que a envolve, é apreciada no meio científico por conter substâncias antioxidantes, mineralizantes e antiinflamatórias que ajudam no tratamento de várias doenças - aproveita-se tudo: folhas casca e frutas.  Suas propriedades medicinais são conhecidas desde a Antigüidade, sendo descritas no Papiro de Ebers - um dos mais antigos tratados médicos que se tem conhecimento.   

Para aproveitar a época escolhi um Sorvete de Romã - bem diferente e prático. A receita completa está lá no blog Receitas de Rocambole (http://www.tuasreceitas.com.br/p/rocambole-de-sorvete.html?p=2). Vamos lá?

1) Pegue a romã ainda fechada e role-a numa bancada apertando, pois assim ajuda a soltar as sementes depois, e ainda antes de abrir em toda a sua superfície com uma colher de pau... também ajuda depois a soltar as sementes.

2) Corte a romã no meio e daí vem o trabalho de soltar todas as sementinhas numa vasilha que vai virar o suco depois.

3) Depois que soltar tudo, colocar numa peneira grande com uma vasilha embaixo e espremer as sementes com as mãos. Assim que vc vai apertando elas começam a soltar um suco...no final, pegue todas as sementes e coloque num espremedor de batatas para espremer o último suspiro delas.

4) Você vai precisar de 3/4 de xícara de suco de romã e deixe umas sementes para enfeitar o sorvete depois (média de 3 romãs para isso tudo).
 
5) Esprema o suco de 1 limão grande ou 2 pequenos e passe pela peneira também misturando com o suco da romã.

6) Junte ao suco 1 xícara e 1/2 de açúcar e mexa com um fouet para misturar bem.

7) Leve tuo para a batedeira e misture 2 xícaras de creme de leite fresco e coloque para bater na batedeira até começar a encorpar e fazer picos bem suaves (demora cerca de 5 minutos). No início parece que não vai engrossar de jeito nenhum...faz até bolhas de tão líquido, mas depois vai ganhando volume, como quando se bate chántilly.

8) Para quem não tem sorveteira... boa notícia, pois a receita diz que não precisa, basta clocar a mistura num recipiente fechado e levar ao freezer por 4 horas no mínimo, ou coloque na sorveteira por apenas 10 minutos (depois disso começa a endurecer o fundo e grudar, então coloque no freezer).
O sorvete fica extremamente cremoso (bem molinho mesmo) e com uma cor rosa claro linda e na hora de servir decore com as sementinhas da romã fresca por cima...LINDO... o resultado visual é demais.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Moments - Balanço Geral e Hora da Venenosa, ao Vivo na TV Record

Dia de cuidar dos cabelos...

Segundona de Outono, lá vamos nós...