domingo, 7 de setembro de 2008

Você possui inteligência financeira?

Há uma regra da associação americana “Devedores Anônimos” que diz que você deve estar com a mente e o corpo sãos para poder tomar as decisões certas com relação ao dinheiro. Você precisa de: descanso, cabeça limpa, corpo saudável, alimentação que forneça energia vital. Nenhum gasto que possa interferir nesses resultados é supérfluo.

Definir objetivos é vital para manter o controle de suas finanças. Deve ser um processo contínuo de busca, dedicação e cuidados. Pense em algo importante para fazer com seu dinheiro (e tempo), que valha a pena lutar e viver por ele. Proponha-se a arranjar verba para aquele curso e não pare até conseguir. Empenhe cada centavo do seu salário mesmo que tenha que usar sua inteligência para obter um dinheirinho extra. Se o seu capital fica sem destino, por menor que seja a quantia, vai acabar no lugar errado, dizem os consultores financeiros.

Você já pensou em juntar um milhão? Como? Impossível? Aparentemente sim, mas acredite, você pode, eu posso, nós podemos. Basta querer e criar algumas etapas - uma delas é aprender um pouco sobre finanças pessoais, se programar. Mesmo aqueles que estejam enfrentando um caos financeiro, poderá tomar alguns passos como por exemplo, fazer um planejamento mais detalhado, começando por uma "desintoxicação financeira".

Um dos primeiros passos é aprender a dizer “Não!”. Com atitudes simples, você pode cortar pequenos mimos diários, como por exemplo: cafézinhos, cigarros, academias, estacionamento, aquela visitinha à padaria no final de tarde (seu corpo também agradece), roupas e sapatos na promoção, lazer e mais lazer. O objetivo não é se privar de coisas boas e necessárias. Claro que você continuará cuidando de você frequentando salões de beleza, poderá desfrutar de vários tipos de entretenimento etc, mas com discernimento e inteligência.

Segundo especialistas, há algumas dicas valiosas para quem perdeu o controle de suas finanças: Renegociar dívidas, quando nem o corte de despesas não-essenciais resolver o problema. Ter cuidado para não cair num golpe e trocar uma dívida por outra; se desfazer de um bem, o carro, por exemplo, para eliminar uma dívida; cortar a tv a cabo e o celular, preferindo um pré-pago; passar alguns meses sem comprar roupas novas; Sair do cheque especial e evitar o uso de cheques pré-datados e cartões de créditos; passar longe dos Shopping centers; adquirir o hábito de comprar à vista e adiar a compra enquanto não tiver o dinheiro e por aí afora. Agindo assim, você estará deixando de criar mais dívidas e poderá deter a bola-de-neve, permitindo que encontre uma saída para a montanha de contas, até atingir o equilíbrio novamente.

Posicionamentos, atitudes inteligentes como as citadas acima, são maneiras de reorganizar sua vida e administrar melhor o que você ganha, quanto gasta, e principalmente, onde gasta. Prepare-se para mudar, começar uma nova vida, estando ou não enfrentando um caos financeiro. Você se sentirá bem melhor e perceberá como é bom sonhar, dominar o dinheiro, usufruir na hora certa de todos os seus benefícios e não ser um escravo dele. Entender o que o dinheiro significa, reconhecer sua verdadeira riqueza, parar de comprar errado, treinar o desapego dos bens materiais e investir em relacionamentos nos levará a viver de forma muito menos estressante e proveitosa.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails