sábado, 8 de junho de 2013

Maçãs do Amor - Especial Dia dos Namorados

Tudo começou quando uma família espanhola chega ao Brasil em 1954 e, como sabia fazer doces, resolveu usar os conhecimentos para ganhar dinheiro. A inspiração veio das frutas caramelizadas chinesas, como a uva e o abacaxi, pois havia muitas maçãs no Brasil. O nome romântico foi ideia do irmão, em uma reunião também de família em 1959. Era tarde e todos trabalhariam no dia seguinte. "Põe logo maçã do amor e vamos dormir", disse. A ideia veio da história de Adão e Eva, na qual a maçã é o "fruto proibido - aí sim, a "Maçã do Amor" foi  patenteada.
Os galanteadores da época, presenteavam as moças com o doce em um ato de romantismo. Até hoje, entregar a fruta caramelizada em um palito à namorada pode até soar brega, mas, para os "criadores", o importante é que o doce continua famoso, principalmente nas festas juninas.

Que tal ir se preparando para o "Dia dos Namorados" que se aproxima? Siiim, com restaurantes e outros estabelecimentos considerados amabientes do "amor e do prazer" provavelmente lotados, de maneira simples, você poderá comemorar e produzir um dos símbolos do amor num cantinho especial. Cor, sabor, paixão, delícias e maçãs do amor... A receita é da chef Angélica Spinola, da Cozinha Experimental União. Vamos lá, mãos à obra:

Ingredientes
- 1 colher(es) de chá de corante alimentício vermelho
- 1 xícara(s) de chá de água
- 1/2 xícara(s) de chá de glucose de milho
- 2 xícara(s) de chá de açúcar granulado (cristal)
- 6 palitos para sorvete
- 6 maçãs pequenas e vermelhas

Modo de preparo
Retire o talo, lave e seque as maçãs. Depois espete um palito no centro (no lugar do talo) de cada uma até que fique firme. Reserve.

Prepare a calda: ferva o açúcar com a glucose, a água e o corante até obter uma calda em ponto de bala dura* (a uma temperatura de 168ºC).

Retire do fogo e rapidamente, sem deixar esfriar, mergulhe cada uma das maçãs, segurando pelo palito.

Coloque-as sobre uma superfície untada com óleo (pode ser uma assadeira) e espere endurecer. Embale em papel celofane, cuidando para que não fique descoberta nenhuma parte da fruta.

*Dica: para reconhecer o "ponto de bala dura", jogue algumas gotas da calda dentro de um copo com água fria. Ela deve cair e fazer um estalo.

Se a calda começar a endurecer enquanto estiver banhando as maçãs, volte ao fogo baixo para amolecer e continue o processo.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails