terça-feira, 9 de abril de 2013

Saudades de meu Pai... Memories of my Father ..

Hoje faz exatamente cinco anos que meu pai foi transferido para a eternidade. Era um lindo dia de sol, numa quarta-feira, um cortejo fúnebre muito tranquilo, nostálgico, misterioso, triste - mas especial... Após três meses de uma luta exaustiva com várias complicações, entre hospital, casa, hospital,... sempre com a pneumonia rondando, enfim, "meu papito" não resistiu e se foi.

Quem já perdeu algum ente querido sabe que enfrentar a dor da morte parece algo insuperável. Eu que sempre acompanhei velórios de amigos chegados, parentes próximos (toda de preto, pois acho que é uma solenidade única para o seu adeus final) encarar o dia a dia na TV e jornais com repetitivas notícias de mortes, achava que fosse comum e "tiraria de letra" quando algum familiar meu "fosse transferido" para o outro mundo.

Mas... Ai, que dor inexplicável!!! Eu não imaginava o quanto era difícil viver a conhecida frase "E a vida continua..." que tantas vezes eu "aconselhava" aos que estavam à minha volta e sofreram perdas irreparáveis. O dia seguinte, as próximas semanas, meses, enfim, o luto, o vazio, a dor e o choro... Que saudades!!!! Chega a ser cruel. Mas, vai passando... as imagens negativas e traumatizantes vão perdendo a força (graças a Deus...).

Cinco anos após o ocorrido, nós os familiares mais próximos continuamos "doloridos" e tentando viver a vida. Embora o pranto tenha sanado, é como dizem os terapeutas, os mais experimentados: "o tempo é o melhor remédio, cicatriza dores, brota uma nova esperança,..." - apesar da saudade antes muiiiito doída, vai diminuindo e dando lugar apenas a uma doce  lembrança.

Eu nem havia planejado escrever algo a esse respeito mas como acabamos de vivenciar a Páscoa (e foi nessa época que meu pai partiu), Sexta-feira da Paixão - morte, também é Páscoa - renascimento, lembrei de um folheto que tenho e por ser cristã, li, reli, reeeeeli.... e releio sempre, pois tenho me reanimado em Deus - Criador, com a esperança dos que creêm na vida eterna.

Gostaria de deixar a mensagem do folheto que me impactou tremendamente (sem querer falar de religião) pois a considero uma das mais importantes verdades que todo ser humano deve ler. Vamos lá:

"A VIDA CONTINUA. Seu nome está escrito no Livro da Vida?

"Que bobagem. como a vida pode continuar, depois de eu estar no caixão e enterrado a sete palmos abaixo da terra?!! Após a morte acabou tudo".

Realmente é assim? Você tem certeza absoluta de que não há vida após a morte? Ou, em seu caso, a situação descrita abaixo é verdadeira: "Uma pessoa incrédula disse certa vez: "Há uma certa preocupação que me tira toda diversão de minha vida. "E o que seria?" Perguntou seu amigo. "Eu tenho receio de que a Bíblia tem razão. E se for o caso, estamos fritos".

A Bíblia tem razão. Nós queremos ajudá-lo através destas linhas, para que você não se iluda construindo sobre o fundamento errado e, no fim de sua vida descobrir que seu nome não está no livro da vida. Em Apocalipse 20:15 está escrito: "E se alguém não foi achado inscrito no livro da vida, esse foi lançado para dentro do lago de fogo." Há vida após a morte e a pergunta mais importante é: O seu nome já está escrito no livro da vida?

Caso não esteja, você está no caminho que leva a condenação eterna. Mas a sua vida pode continuar de uma forma maravilhosa, mesmo que no momento você tenha que lidar com situação onde não se vê perspectiva.

Procure ajuda na pessoa de Jesus Cristo e confesse seus pecados a ele e diga-o que quer continuar a vida com ele. Aceite Jesus em sua vida. Tudo se resolverá e o melhor está a sua espera: a eternidade sem dores, sem sofrimentos, lágrimas e morte. E você se alegrará do fato que seu nome está escrito no livro da vida.

Aceite a maior oferta de sua vida: Jesus Cristo. E. K., www.alfaeomega.com.br"

Bom, nem preciso dizer mais nada, pois para aqueles que creêm nos evangelhos que estão na Bíblia Sagrada - o Livro dos livros, na vida eterna, na ressurreição, sabem que um dia a saudade acabará para sempre e voltaremos a encontrar os nossos queridos que partiram há algum tempo. É só por pouco tempo, pois, somos peregrinos aqui na Terra e estamos apenas de passagem. A vida continua aqui... e lá...

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails